Israel vai impor novo bloqueio nacional por causa do Covid-19

Israel deve impor novo bloqueio nacional, e se tornará o primeiro país do mundo a tomar tal medida. O aumento de casos do coronavírus no país, levou os líderes Israelenses a tomar medidas severas para combater o Covid-19.

Benjamin Netanyahu
Foto reprodução/aljazeera

O novo bloqueio deverá começar na sexta-feira e irá durar em torno de 3 semanas. Temendo reuniões em massa durante uma série de feriados nacionais, o primeiro ministro decidiu fechar o país. O bloqueio se estenderá até 9 de outubro incluindo o ano novo Judaico.

Israel já passa de 154,000 casos de Covid-19 e de 1100 mortes por causa da doença, todos os dias no país são relatados mais de 4000 casos de coronavírus. Israel já havia imposto um bloqueio nacional anteriormente que durou até o final de março.

Em protesto a decisão de Benjamin Netanyahu primeiro ministro de Israel, centenas de pessoas se reuniram em torno da residência oficial do primeiro ministro, pedindo sua renúncia. Alguns comerciantes locais também não concordam com as medidas de Netanyahu, alegando que tais medidas irão arrasar o país financeiramente.

Veja algumas das principais medidas:

1- Somente 10 pessoas poderão permanecer juntas em ambientes fechados.

2- Somente 20 pessoas poderão permanecer juntas em ambientes abertos.

3- Fechamento de escolas e todo o comércio, exceto o essencial.

4- Todo Israelense deverá ficar a no máximo 500 metros de suas residências, com algumas exceções.

Netanyahu disse que "O preço a se pagar é alto" mais as medidas são necessárias para conter o avanço do Covid-19. 

A economia de Israel passa por uma situação delicada enfrentando uma recessão profunda, e tais medidas podem agravar ainda mais a situação econômica do país.

Autor: Marcelo Souza

Comente este artigo

0 Comentários